Auto proteção do cidadão- PMSP

Auto proteção do cidadão- PMSP

13/01/15

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO

**MANUAL DE AUTO PROTEÇÃO DO CIDADÃO**

• ANDANDO NA RUA

-Mantenha sempre sua atenção na rua, no metrô, no ônibus, em centros
comerciais, etc;
-Tenha especial atenção às pessoas à sua volta. Lembre-se: os
assaltantes valem-se principalmente do fator surpresa e da desatenção
para atacarem suas vítimas;
-Aparente sempre calma, confiança e domínio do que está fazendo e de
onde quer chegar. Evite demonstrar que esta perdido ou procurando por
algum endereço ou local;
-Não peça orientações a estranhos. Procure bases da polícia militar ou
estabelecimentos comerciais;
-Não ande sozinho, especialmente à noite;
-Após o trabalho, escola ou festa espere pela companhia de um amigo
para saírem juntos;
-Evite passar por locais desertos e ou pouco iluminados;
-Evite cortar caminho por becos, vielas, ruas desconhecidas, terrenos,
construções, etc;
-Não pare para atender pedidos que lhe despertem desconfiança – Confie
em seus instintos;
-Evite locais com aglomerações de pessoas, pois estes locais facilitam a
ação de “Batedores de carteira” e oportunistas;
-Ao pressentir a aproximação de estranhos em atitude suspeita entre no
primeiro local habitado que encontrar e peça ajuda;
-Mantenha todos seus objetos pessoais, como carteiras, pochetes,
celulares, sacolas e bolsas, à frente de seu corpo ;
-Bolsas devem ser discretas e transportadas a frente de seu corpo com
sua mão sobre seu fecho;
-Desconfie de esbarrões, empurrões ou cotoveladas;
-Não use local isolado para encontros amorosos, pois este é um
comportamento de risco; 9 Desconfie de estranhos com conversa envolvente que tentem
aproximação;
-Não aceite convites de pessoas que tenha acabado de conhecer: na rua,
em bares ou casas de diversão noturna, etc;
-Evite utilizar jóias (correntinhas, relógios, medalhas, braceletes, etc) e
roupas que chamem a atenção ou demonstrem serem de valor;
-Não carregue objetos de valor, grandes quantias em dinheiro ou cartões
de crédito se não houver necessidade. Caso necessário, procure guarda-lo
de modo seguro e discreto e siga diretamente para seu destino;
-Evite retirar sua carteira em público;
-Evite manusear ou efetuar pagamentos com notas altas. Separe
previamente o dinheiro necessário para pequenas despesas, como café,
cigarro, condução, etc;
-Separe o dinheiro em bolsos diferentes;
-Procure caminhar no centro da calçada e contra o sentido do trânsito. É
mais fácil perceber a aproximação de algum veículo suspeito. Se algum
motorista o incomodar mude de direção e ande em sentido contrário ao
fluxo;
-Conheça o local onde você mora e trabalha. Certifique-se da localização
de unidades da polícia, bombeiro, hospitais, telefones públicos, lojas
24 horas, etc.
-Caso você seja vítima de roubo fique calmo, não faça movimentos
bruscos. Evite gritar ou discutir – seu nervosismo poderá aumentar a
tensão e provocar uma atitude mais agressiva em seu desfavor;
-Sempre que possível, faça seus pagamentos com cheques nominais e
cruzados;
-Procure variar seus horários e fazer rotas diferentes para deslocar-se de
casa ao trabalho ou escola;
-Não use bolsos traseiros para carregar carteira ou dinheiro;
-Fique atento quando parar no semáforo para pedestres; 9 Computadores portáteis (notebooks, handhelds) devem ser transportados
discretamente. Evite as típicas maletas para notebooks e esteja sempre
atento. Seguro deste tipo de equipamento pode ser uma boa alternativa;
-Cuidado ao atender seu celular nas ruas e grandes centros comerciais.
Verifique antes se não há ninguém ao seu lado;
-Se você notar que está sendo seguido, aja com naturalidade, entre em
qualquer lugar público e ligue para a Polícia Militar (tel. 190);
-Não deixe de comunicar a presença de elementos suspeitos nas
proximidades de sua casa;
-Ao retornar, notando algum sinal estranho (porta aberta, luzes acesas,
etc.), não entre em casa, chame a polícia.
-Previra pagar com Cheque ou cartão, assim, você não precisa levar
grandes quantias em dinheiro;
-Se você beber, faça-o moderadamente, para não perder os reflexos e a
vigilância;

ASSALTOS -Procure estar sempre atento especialmente ao comportamento de
pessoas que estejam próximas a você ou paradas perto dos lugares
que frequenta. Caso você seja vítima siga as orientações a baixo:
-Mantenha a calma;
-Comunique-se e faça movimentos lentos;
-Responda com calma somente ao que lhe for perguntado ou para avisar
sobre qualquer gesto ou movimento a ser realizado;
-Não discuta. Entregue ao criminoso o que ele exigir. Assim, o tempo do
roubo será menor;
-Evite brincadeiras ou conversas;
-Faça apenas o que o criminoso mandar;
-Não olhe diretamente para os marginais – isso é visto como uma ameaça;
-Procure memorizar todos os detalhes possíveis, fisionomia, modo e frases
usadas, roupas, gírias, trajetos e locais visitados, veículos utilizados, etc.
-Não tente fugir ou reagir. É muito comum outras pessoas estarem
efetuando cobertura;
-Ligue para a policia assim que possível transmitindo a descrição exata e o
possível trajeto seguido com todos os detalhes;
-Registre a ocorrência em uma Delegacia de Polícia;
-Se você presenciar um assalto, mantenha-se afastado do local e
evite interferir diretamente. Ligue para a polícia e passe todas as
informações possíveis. Após a saída do agressor, ajude a vítima;

EDIFÍCIOS E CONDOMÍNIOS:

o Edifícios:
-As normas de segurança a serem adotadas devem ser decididas em
assembléia de condôminos, com ampla difusão para todos os moradores
do prédio, sob pena de perderem a eficiência;
-É importantíssimo um sistema de segurança com: iluminação em todas
entradas, iluminação e instalação de câmeras nos principais pontos
sensíveis do condomínio e alarmes em centrais de monitoramento;
-O acesso de estranhos deve ser precedido das cautelas disponíveis
(Identificação de todas pessoas; Confirmação e identificação visual de
visitas antes de sua efetiva entrada, área de recebimento de materiais
que impeçam o contato e a entrada de estranhos, etc);
-Os funcionários, principalmente aqueles que desempenham funções na
portaria do prédio, devem ser alertados para os diferentes expedientes
usados pelos delinquentes e devem estar capacitados para tomar
providências quando necessário (ligação emergencial a Polícia, agências
de segurança, acionamento de sistemas de alarme, etc);
-As entradas – social, de serviço e garagem, devem ser suficientemente
iluminadas, evitando objetos (obras de arte, decoração, jardinagem) que
obstruam ampla visão do local à distância;
-As guaritas e recepções devem ter vidros escurecidos ou espelhados além
de ficarem afastadas da rua de forma que impeçam que seus funcionários
possam ser facilmente rendidos;
-Os acessos aos apartamentos devem ser dotados de boa iluminação,
controlada do interior da residência. As portas devem ser sólidas e
dotadas de "olhos mágicos" ou outros dispositivos que permitam a
observação da área externa;
-O interfone é fundamental para a comunicação de situações de
emergência (presença de suspeitos ou de indivíduos indesejáveis em seu
"hall" de entrada, etc); 9 Havendo outros prédios próximos, por consenso dos moradores, poderá
ser instalada uma ligação pelo interfone de suas portarias, ou mesmo de
um simples alarme sonoro ou visual, que funcione como pedido de auxílio
nos momentos de perigo;
-O mesmo alarme sonoro e ou luminoso poderá ser instalado em uma casa
vizinha, estabelecimento comercial ou simplesmente em local externo, à
vista dos moradores das imediações, alertando sobre o perigo;
-A seleção de pessoal doméstico e do condomínio deve ser rigorosa, com
pesquisa da vida pregressa dos candidatos e criteriosa verificação das
fontes de referência. De preferência deve ser mantida a máxima discrição
quanto aos valores guardados em apartamentos, cofres, etc;
-As chaves que forem confiadas a serviçais, não devem abranger todas as
portas do apartamento, permitindo-se o isolamento de algumas
dependências privadas, especialmente durante o repouso noturno. Os
empregados podem ser atacados e forçados a abrir as portas de que
possuam as chaves;
-A entrega de encomendas, flores, correspondência, etc, que não tenham
sido solicitadas ou que não estejam sendo esperadas deve ser recusadas,
ainda que o portador se apresente na companhia de empregados do
condomínio;
-Quando estiver aguardando entregas, instrua a portaria para receber as
encomendas, evitando a presença de estranhos em seu apartamento;
-Quando recepcionar pessoas que não conheça, faça-o nas áreas de uso
comum do edifício, à vista dos funcionários da portaria;
-Encomendas ou objetos devem ser entregues sem que o condômino ou
porteiro tenha que sair do prédio, através de um receptáculo de
segurança onde os objetos sejam deixados, sem contato entre as pessoas
e sem permitir a entrada de estranhos;
-Ao chegar e ao sair, esteja alerta para a presença de estranhos nas
imediações de seu prédio. Qualquer suspeita deverá ser comunicada
imediatamente a Polícia;
-Verifique se as entradas de seu condomínio são iluminadas, se existem
câmeras nas principais entradas e pontos de acesso,
-Caso seja surpreendido por assaltantes, procure manter a calma. Não
encare seus atacantes diretamente e nem discuta com eles.;
-Festas no salão do prédio podem ser um sério problema, por isso
estabeleça uma forma criteriosa de identificar os convidados (lista de
convidados, identificação pessoal, identidade junto à portaria, etc).
seguranças particulares podem ser uma boa alternativa.
-Evite receber na portaria do prédio documentos bancários com números
de aplicações financeiras e saldos bancários;
-Aos moradores dos 1°. e 2° andares recomenda-se um cuidado especial,
protegendo as áreas de acesso;
-Muros e grades devem ter altura suficiente;
-Procure ter à mão a os telefones da Polícia.

o Aos funcionários -Ao atender estranhos, mantenha os portões fechados e as pessoas do
lado de fora;
-O portão somente pode ser aberto após:Identificar o visitante; Avisar o
morador sobre a conveniência da entrada, etc
-Na dúvida, solicite ao morador para identificar tal visitante;
-No caso de entrega de encomendas:
-Avisar o condômino e solicite sua presença na portaria;
-Na ausência do condômino, receber e guardar para, posteriormente, ser
retirado por um morador ou entregue a um funcionário;
-Jamais permita que o entregador leve pessoalmente a encomenda;
-É importante a instalação de câmeras na portaria para identificação visual
de visitas e recebimento de mercadorias;
-Nos horários de limpeza e recolhimento de lixo, manter as entradas do
edifício fechadas.
-Ao receber prestadores de serviços, identificá-los, confirmando seus
dados com sua respectiva companhia. anote os dados de seus
documentos, avise o condômino e só permita acesso às dependências
mediante autorização do morador e devidamente acompanhado por um
funcionário;
-Na entrada ou saída de pessoas do condomínio, somente abrir o portão
após verificar se não há suspeitos próximos;
-As fichas de todos os empregados do condomínio, mesmo os
eventuais, devem ser mantidas à vista. O ideal é que todos sejam
identificados por crachás;
-Os porteiros devem ser orientados a permanecer sempre no interior
das portarias;
-Códigos ou senhas devem ser combinados com os porteiros, para que o
morador saiba se eles estão sendo forçados a usar o interfone ou a bater
em sua porta.
o Condôminos
-A sua compreensão e colaboração são fundamentais para a segurança do
Condomínio;
-Tenha certeza do gabarito e da competência de toda equipe de segurança
de seu condomínio;
-Elogiar as ações dos funcionários que visam a garantir a segurança de
todos os condôminos, mesmo quando representam algum transtorno para
si ou para suas visitas;
-Ao chegar ou sair da garagem, observar se não há pessoas estranhas ou
suspeitas próximas à entrada de seu condomínio;
-Ao estacionar seu veículo na garagem, mantê-lo trancado, sem pacotes e
objetos a vista e com o alarme ligado;
-Alertar a portaria para que receba as encomendas feitas ou o avise para
que vá atender ao entregador na recepção;
-Quando solicitado à portaria, verificar se o assunto lhe diz respeito, só
então desça para atender;
-As chaves de todas as dependências não devem ser deixadas com os
empregados, mantendo algumas dependências isoladas;
-Não deixe cópias das chaves na portaria;
-Evite deixar portões abertos enquanto se despede de visitantes;
-Todos os condôminos devem conhecer e respeitar as regras e todo
sistema de segurança. É importante ainda zelar por sua boa conservação;
-Evite dar informações a estranhos de hábitos do condomínio.

o Administradora/síndico -Desenvolva reuniões periódicas com os condôminos a fim de despertar a
consciência para a segurança de todos;
-Cadastre todos os condôminos com dados pessoais, dos veículos e até de
parentes próximos, para uso em caso de emergência;
-Estabeleça um sistema de identificação para todos os visitantes, com
ciência do condômino visitado;
-Acompanhe o andamento de todos os trabalhos realizados no edifício;
-Na contratação dos funcionários, após exigir documentos e referências e
certificar-se quanto à autenticidade e veracidade das informações. dê
preferência para aos que possuam cursos de formação e treinamento;
-Realize a reciclagem e treinamento periódico de seus funcionários,
visando à segurança do condomínio.

o Estranhos em sua porta. -Tome muito cuidado. Doações, entrega de salmos, etc podem ser uma
forma de você ser surpreendido;
-Não é difícil vigaristas e marginais, especialmente em datas festivas,
aproveitarem do espírito de solidariedade e confraternização para
fazerem novas vítimas;
-Identifique qualquer pessoa antes de sair de sua casa, mantenha-se em
um local distante e seguro para confirmar informações;
-Sempre procure saber o que vai ser feito com o material a ser doado.
Prefira fazer suas doações pessoalmente, a instituições que você conhece,
se possível diretamente às pessoas que serão beneficiadas;
-Fique alerta com pesquisas que identificam renda ou hábitos de sua
família. Não divulgue informações pessoais e oriente a todos os
moradores da casa a agirem da mesma forma.

o ORGANIZANDO FESTAS. -Preferencialmente sirva bebidas não alcoólicas aos seus convidados;
-Sirva algo para que os convidados possam comer antes de servir bebidas
alcoólicas;
-Saiba quais são seus limites e respeite a vida;
-Tenha uma alternativa de transporte ou acomodação para convidados
que tenham bebido demais;
-Lembre-se apenas o tempo eliminará o álcool de seu organismo;
-Nunca dirija após a ingestão de bebidas alcoólicas;
-Tenha um especial cuidado em receber seus convidados. Faça uma lista e
peça para que a identificação seja criteriosa;
-Contratar uma equipe de recepcionistas e seguranças pode ajudar;
-Prefira fazer sua festa em buffet, restaurantes ou casas noturnas;
-Caso a festa seja realizada em sua casa acomode os convidados em um
local predeterminado, deixando isoladas as dependências privadas;
-Esteja preparado para problemas, por isso identifique as saídas,
tenha equipamentos contra incêndio em locais de fácil acesso (uma
equipe de brigada pode ser necessária) e faça um planejamento
para calcular o número máximo de convidados dentro do espaço
disponível.

Fonte: Dicas da Polícia Militar